Como estruturar seus estudos diários de inglês

Como estruturar estudos

Estruturar seus estudos diários de Inglês parece tarefa complexa. Afinal, há que se conciliar a vida inteira com a necessidade de reservar um momento. Ainda, há a questão do compromisso.

Fazer isso sozinho não é simples nem prático. Mas o importante é: você não está sozinho! Estamos aqui justamente para ajudar você nesta tarefa.

E o que precisamos de sua parte? Simples: o pequeno esforço e a motivação de realiza-lo diariamente.

Unindo estes elementos, seus resultados começarão a surgir ainda nas primeiras semanas. Mantidos os esforços, tornar-se  fluente em Inglês será um horizonte muito próximo.

E então? Animou-se? Se sim, será um prazer ter você com a gente. Neste caso, vamos juntos!

Por que estruturar seus estudos diários de Inglês

A principal motivação para estruturar seus estudos diários de Inglês é bem fundamental: fazendo-o, você não caminha em círculos. Afinal, que há de mais frustrante que não sair do lugar?

Eu entendo como é isso. Já vi muitas e muitas vezes pessoas que acabam estudando por anos, sem sucesso.

E por que isso acontece? Há vários motivos: metodologia disfuncional, excesso de atividades concorrentes, desinteresse e, principalmente, tentar aprender apenas por aulas.

Imagine-se estudando violino por DVD, sem jamais treinar nem encostar no instrumento. Na sua visão, é possível que em um, cinco, vinte anos consiga-se tocar uma música?

Não faz mínimo sentido, estou certo? Porque o estudo não é ouvir alguém falar. Não é apenas ler o que alguém escreveu. É, sim, colocar aquilo na nossa vida, nossa rotina. É entender o tema.

Justamente por isso posso garantir que estruturar seus estudos diários de Inglês é divisor de águas. Reservando nem que sejam poucos minutos para a prática, tudo fica diferente.

O que você estuda e aprende, você nunca mais esquece. E, mantendo tudo vivo em sua mente, o aperfeiçoamento é constante. Afinal, estudar Inglês é como aprender qualquer coisa na vida.

Então, sabendo disso e reconhecendo a necessidade desta mudança de rotina, partamos para o prático: como estruturar seus estudos diários de Inglês sem sustos, sem tédio e com resultado.

Estruturar seus estudos diários de Inglês na prática

Passo 1: Reconhecendo a realidade

Estruturar seus estudos diários de Inglês

Estruturar seus estudos diários de Inglês deve começar pela sobriedade. Afinal, de nada vale comprometer-se a estudar quatro horas por dia, se a agenda não permite.

Um estudo proveitoso precisa ser adequado às nossas vidas. Deve estar harmonicamente alinhado com nossas outras obrigações.

Deste modo, não importa se você trabalha e estuda, se tem filhos ou cuida da casa. Você poderá estudar e colher resultados contando com suas possibilidades.

Se só é possível estudar dez minutos por dia, OK. Basta que estes dez minutos sejam calmos e bem aproveitados.

Mas é importante sempre estar com os pés no chão. Se você diz só ter dez minutos por dia, mas joga Candy Crush, perde tempo em redes sociais, isso precisa ser revisto.

E não quero dizer que é errado não fazer nada, relaxar. Só precisamos que os tempos de cada prática sejam calculados, e as prioridades respeitadas.

Combinado? Revise suas obrigações, monte uma agenda sincera, respeite sono e descanso. Daí, sabendo direitinho quanto tempo sobra após as obrigações, basta dedicar parte dele.

Mas sem poupança desnecessária, tudo bem?

Passo 2: Definindo a agenda semanal

Aqui, você já decidiu estruturar seus estudos diários de Inglês de forma coerente. É hora, então, de trabalhar na prática; de materializar as possibilidades em projeto.

Reconhecendo o tempo disponível em cada dia da semana, pensemos nisto:

– Dias em que trabalhamos mais terão menos tempo disponível. Defina-o;

– Folgas e feriados são importantes para o descanso. Mas há mais tempo livre. Mais tempo livre pede mais tempo destinado aos estudos;

– Não há qualquer problema em imprevistos. Está tudo bem se a agenda precisar ser “furada” eventualmente. Mas eventualmente e por motivos justos, tudo bem?

– Tudo pronto, é hora de selecionar o horário específico dos estudos. Alertas definidos no celular serão muito úteis. Nesta hora, deve-se concentrar nos estudos, sem distrações.

A segunda etapa está pronta. Você já tem uma agenda organizada de horários. O início e o fim de cada período diário de estudos está definido.

Agora, passemos à seleção de tarefas que realizaremos nestes horários.

Passo 3: Criando um programa de aprendizado

Um erro muito comum, ao estruturar seus estudos diários de Inglês, é governar para o tédio. Horários fixos diários não significam que a tarefa deva ser enfadonha e custosa. Pelo contrário!

Estudar Inglês não é apenas seguir apostilas ou repetir listas. Não é apenas ler e escrever palavras avulsas, ou esmerilhar regras gramaticais.

Inclusive, quanto mais prazeroso e inserido no dia a dia, mais flui o aprendizado. É com músicas, séries, jogos interativos, podcasts, programas de tevê, filmes que se estuda também.

Por isso, o grande segredo do programa será diversificar.

Se, de segunda a sexta-feira, o horário é inferior a 30min, paciência. Revise as lições do seu curso de Inglês e treine um pouco de vocabulário. Afinal, não há grandes coisas a fazer, verdade?

Mas se o período é levemente melhor, trabalhe a letra de uma música. Ou, talvez, até ponha-se a contar junto.

Noutro dia, que tal colocar um podcast curto para rodar e ouvir? Lembre-se de tomar nota das dúvidas e, mais tarde, pesquisa-las. O segredo é inserir o aprendido na vida, sem isolá-lo do resto.

Assim, com 45min ou mais por dia, pode-se perfeitamente explorar várias abordagens.

Passo 4: Aplicando tudo na prática

Coloque em prática estruturar seus estudos diários de Inglês

Você já organizou o tempo livre, já tem um montão de ideias. Agora, é o momento perfeito para colocar tudo na prática.

E, obviamente, você vai precisar de conselhos e ajudas. Eles são determinantes para o bom aproveitamento de tudo, mesmo nos espaços curtos.

Em pouco tempo, você conseguirá avançar muito. Afinal, estará trabalhando no aprendizado real, sem chatice, sem tédio. E é assim que se aprende naturalmente.

Netflix, chats, apps de celular, músicas… estes serão seus aliados. Use-os e abuse. De verdade.

Agora, confira pontualmente o tema que melhor lhe parece. E não se esqueça: variedade aprimora os resultados. O aprendizado do Inglês deve fazer parte de sua vida, para fluir bem.

Vejamos:

Explore estas matérias, aproveite tudo que puder. E, claro, não deixe de visitar outros temas, aqui, no Mundo Inglês.

Seu aprendizado é nossa máxima prioridade. Justamente por isso, é um prazer você por conosco.

E, qualquer dúvida, conte conosco! Será um prazer ajudar você em suas dificuldades.

Quer realmente aprender a falar inglês sem perder tempo? Veja nosso artigo com análise de vários cursos de inglês online.

Até a próxima, caros alunos! See ya!

Gostou do conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Mario Feitosa
Mario Feitosa
Mario Feitosa é músico, compositor popular, poeta e escritor. Atua, também, como professor de idiomas, redator, ghostwriter e revisor freelancer. É certificado, com o C2 Proficiency Level, pelo Instituto EF Education First em seu exame EF SET (Standard English Test).

One thought on “Como estruturar seus estudos diários de inglês

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *