Melhorar a pronúncia do Inglês: veja nossas dicas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Melhorar a Pronuncia em Inglês

Para qualquer estudante, melhorar a pronúncia do Inglês é de suma importância. Mesmo que já se possua a fluência, é possível adaptar-se melhor a um regionalismo, por exemplo.

Porém para quem está começando, a tarefa torna-se uma responsabilidade. Afinal, nossa capacidade de nos comunicarmos bem depende da dicção.

Por isso, hoje conversaremos sobre métodos determinantes para alcançar resultados sólidos. Acompanhe-nos e cresça em confiança e clareza.

Vamos juntos?

Melhorar a pronúncia do Inglês é tarefa constante

Todo idioma é um universo. E, sendo assim, possui diferentes facetas e nuanças, as quais podem e devem ser exploradas.

Falando do que já conhecemos bem, basta pensar na riqueza do Português. Nascemos e crescendo ouvindo o Português, certo? Mas qual deles?

De São Paulo a Lisboa, não só a pronúncia é diferente. Há, também, as diferenças semânticas e as expressões populares. Porém, mesmo entre São Paulo e Recife, elas existem.

E, ainda pior, entre Recife e Arcoverde há, também, diferenças gritantes. Porque a língua é fator alimentado e produzido pela cultura. E ela é diferente mesmo de povoado a povoado.

Por isso, para que possamos melhorar a pronúncia do Inglês, devemos mergulhar na cultura daquele lugar. E, por mais que alcancemos naturalidade naquele regionalismo, há outros.

Posso dominar com perfeição o Inglês o nova-iorquino. Ele me servirá perfeitamente mesmo em outros lugares, aos que viaje.

Todavia o que nos impediria de aprendermos as características do Inglês de Londres? Justamente por isso digo ser tarefa constante o melhorar a pronúncia.

Porque podemos sempre nos beneficiar de um sotaque específico. Seja em relações comerciais ou, mesmo, no aproveitamento de viagens, os regionalismos imperam.

Descubra, assim, qual regionalismo é importante neste momento

Melhorar a pronúncia do Inglês

Sabendo da importância dos sotaques, é excelente definirmos qual Inglês queremos aprender. Desse modo, podemos trabalhar com rigor em melhorar a pronúncia do Inglês específico.

Logo de início, basta pensarmos de forma geral: Inglês dos EUA ou Britânico? Isso definido, o trabalho já começa com objetivos claros. Eis um dos mais importantes segredos do sucesso.

Mais tarde, quando a curiosidade e intimidade permitirem, dê um passo a mais. Um Inglês de capitais ou um mais interiorano? Qual Estado ou cidade quero trabalhar agora?

Pois cada local tem suas características de pronúncia, seu sotaque e costumes. As expressões são diferentes, alguns significados variam. E tudo isso pode ser explorado por nós, como crescimento.

Melhorar a pronúncia do Inglês sabendo o que queremos nos leva mais longe em menos tempo. E é isso que preciso que esteja claro, para que você aproveite as dicas que apontarei.

Utilizando a imersão para melhorar a pronúncia do Inglês

Aprender um idioma é como ir à praia. É possível tirar proveito de uma caminhadinha na areia? Com certeza. Mas não vale muito a pena usar trajes especiais e mergulhar no mar?

Assim, quanto mais participação na nossa vida o Inglês tiver, melhor. Porque não basta apenas estudar por algumas horas durante alguns dias. Temos que ir além.

Já mencionamos isso em vários outros artigos. Por isso, convido-te a visita-los, para que tire o melhor de cada tipo de imersão. Temos, portanto:

Decidindo a abordagem, nossos conselhos te ajudarão a ter sucesso pleno. Em pouco tempo você conseguirá melhorar a pronúncia do Inglês e, ainda, crescerá em vocabulário.

Foi um prazer imenso. Tenho certeza que, com esta mentalidade, sua fluência está a alguns passos. Por isso, força e foco. Confiamos em você!

Até a próxima, caros alunos. Bom proveito dos materiais que expusemos.

See ya!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *