Guia Definitivo dos Modal Verbs

Guia definitivo dos Modal Verbs

Modal verbs são tão relevantes, na língua inglesa, que até quem não a estuda os conhece. Basta cantar algum refrão famoso ou aprender uma frase de sobrevivência. Lá estarão eles.

Ou vai dizer que nunca cantou junto “Should I stay or should I go?”, do The Clash? Ou, ao se preparar para viajar, não decorou como pedir água, em Inglês?

Esse contato imediato de terceiro grau dá-se naturalmente, quando falamos de Modal Verbs. Afinal são completamente recorrentes as ideias que exprimem, quando nos comunicamos.

Hoje, conheceremos a natureza dos modal verbs. Logo em seguida, veremos aplicações e curiosidades a respeito de vários deles. Vamos lá?

O que são os famosos Modal Verbs

Modal Verbs - O que são?

 Em linhas gerais, modal verbs expressam ideias de desejo, intenção, obrigação, possibilidade e suas negações. Eles se encarregam de modificar ou adicionar sentido a um verbo.

Justamente por esse papel, que eles recebem o valor de “verbos auxiliares”. Afinal sua ação condicionante permite, ao verbo principal, transmitir sua intenção com clareza.

Como de costume, esses verbos possuem construções levemente distintas a depender da situação comunicativa. Há organização diferente dos termos para afirmar, negar e inquerir.

Já tratando da usabilidade, até os que possuem o mesmo significado podem necessitar de emprego pontual. Muitas vezes, um deles pode parecer menos gentil que outro.

E, para evitar futuras testas franzidas, vale muito pena aprofundar-se no tema. Com nossa ajuda, você sairá um craque na aplicação dos modal verbs em sua fala e escrita.

Os modal verbs mais utilizados na língua inglesa

Vejamos uma lista dos mais comuns modal verbs empregados no Inglês. Você poderá perceber a configuração dos termos e, com exemplos, assimilar sua função.

Can — Capacidade, Habilidade e Possibilidade

Um dos modal verbs mais utilizados é o “can”. Ele expressa as ideias de capacidade, habilidade e possibilidade. Vejamos alguns exemplos:

I believe I can fly — Acredito que posso voar

Trata-se de um trecho da canção interpretada por Ronan Keating. Provavelmente você já a escutou.

Nessa aplicação de modal verbs, o verbo “fly” (voar) é modificado. Nisso, ele ganha o sentido de capacidade. Não exatamente física ou real, já que o sentido é poético. Porém falamos de capacidade, OK?

She can dance better than you — Ela pode dançar melhor que você

Aqui, temos o sentido de habilidade sendo transmitido para o verbo “dance” (dançar). Ela pode, de fato, dançar melhor que você. É mais hábil.

Can I go to the bathroom? — Posso ir ao banheiro?

Embora seja um tanto informal, esse exemplo que é recorrente. Nele, “can” ganha o sentido de possibilidade. E repare: o pronome sofreu uma alteração de posicionamento, por ser uma pergunta.

Could — o passado de Can

Modal verbs sofrem menos flexões que outros verbos. Contudo é possível e muito comum que variem em tempo. “Could” é um exemplo excelente.

Concentrado na ideia de possibilidade, “could” corresponde ao passado de “can”. Trata-se de um dos modal verbs muito usados para pedir delicadamente.

I could sleep for days — Eu poderia dormir por dias

We could eat salad tonight — Nós poderíamos comer salada esta noite

You could be mine — Você poderia ser minha

Could she call you later? — Ela pode te ligar mais tarde?

May — uma alternative bem gentil

Igualmente no campo das possibilidades, temos o “may”. É outro dos modal verbs bastante cordiais quando usado para pedir algo. Especialmente permissões.

É, também, uma alternativa para “can” e “could”. Sua característica, nas afirmações, é tratar de possibilidades concretas.

He may come sooner today — Ele pode vir mais cedo, hoje.

May I help you? — Posso te ajudar?

May I drink some water, please? — Posso beber um pouco d’água, por favor?

Might — um correspondente para possibilidades remotas

O “might” comporta-se de modo muito semelhante ao “may” enquanto possibilidade. Porém lida com possibilidades mais remotas. Com menor certeza de que se concretizarão.

It might be raining on Saturday — Deve chover no Sábado

Agora, passemos aos modal verbs encarregados de outras funções além de possibilidades. Comecemos pelos que expressam conselhos, pedidos, recomendações, etc.

Would — pedidos e desejos

Iniciando os modal verbs que exprimem pedidos, temos o “would”. É gentil e polido, sendo relativamente formal. Apenas nunca o use para pedir alguém em casamento, combinado?

Em adição, o would funciona muito bem para expressar desejos remotos. Veja os dois casos:

Would you help me with my purse, please? — Você me ajudaria com minha bolsa, por favor?

If I had the chance, I would invite her for a date — Se eu tivesse a chance, a convidaria para um encontro

Shall — conselhos e sugestões de futuro

Ainda no campo das sugestões e recomendações, temos o “shall”. É muito presente no Inglês britânico para as pessoas “I” e “we”:

Shall we move to Rio de Janeiro? — Vamos mudar para o Rio de Janeiro?

I shall finish this in two hour — Devo terminar isto em duas horas

Should — recomendações, sugestões e conselhos

Essa opção você se lembra: falamos dela já na introdução. Aqui, damos ou pedimos conselhos com a ajuda do “should”:

Should I stay or should I go now? — Devo ficar ou vou embora agora?

You should see a doctor as fast as you can — Você deveria consultar-se com um médico o mais rápido possível

Ought to — um “should” mais formal

Uma forma formal e delicada, a qual substitui o “should” é o “ought to”. Seu uso é um tanto remoto. Porém falamos de um dos modal verbs mais adequados para situações importantes:

You ought to tell it to our boss — Você deveria contar isto para nosso chefe

Will — tratando do fundo

Passando para outra manifestação de modal verbs, temos o “will”. E, aqui sim, temos uma excelente forma de pedir alguém em casamento. Vamos ver?

They will be here soon — Eles chegarão aqui em breve

They will go to Paris on December — Eles irão a Paris em Dezembro

Will me marry me? — Você casaria comigo?

Must — obrigação, dever e proibição

Um dos modal verbs mais autoritário é o “must”. Ele trata dos deveres, obrigações e proibições.

You must pay the invoice — Você deve pagar a fatura

You must not tell it to my mother — Você não deve contar isso para minha mãe

Um uso recorrente do “must” dá-se em suposições. Veja também:

She must be sleeping. That’s why she doesn’t answer the phone — Ela deve estar dormindo. Por isso ela não atende o telefone

Mais detalhes sobre os Modal Verbs

Você deve ter reparado que os modal verbs possuem funções claras e objetivas. Isso nos ajuda na hora de escolher o melhor uso para eles.

Torna-se especialmente importante empregar bem os modal verbs que exprimem maior formalidade. Isso pode ser o diferencial enorme ao lidarmos com estranhos.

Antes de concluir, vejamos a fundo algumas características que só pincelamos. Comecemos com flexões.

Modal Verbs não flexionam em número

Modal Verbs não flexionam em número

Exatamente. Nos exemplos, é possível perceber isso bastante bem. Com flexão em número, nos referimos à pessoa verbal que utilizamos.

Isso significa que, sendo singular o plural, os modal verbs permanecem iguais. Confira:

  • I can — singular;
  • It can — singular;
  • We can — plural;
  • They can — plura;l

Assim, independentemente de número, modal verbs não sofrem alteração.

Em negações, os Modal Verbs recebem o “not”

 Quem pode algo, não pode outra coisa, correto? E os modal verbs também funcionam assim.

Portanto, quando temos uma negação, acrescentamos o “not”. Fica assim:

  • Can — Cannot (ou can’t);
  • Could — Could not (ou couldn’t);
  • May — May not (sem redução possível);
  • Might — Might not (ou mightn’t);
  • Would — Would not (ou wouldn’t);
  • Shall — Shall not (ou, forma arcaica, shan’t);
  • Ought to — Ought not (ou oughtn’t);
  • Will — Will not (ou won’t);
  • Must — Must not (ou mustn’t).

Contudo, assim como explicamos na matéria sobre Present Perfect, atenção com as reduções. Embora muito recorrentes e presentes mesmo na fala, são formas informais.

Ao escrever um e-mail de trabalho, um relatório ou redação, evite-os. Nestes casos que demandam uma forma mais culta, prefira os modal verbs + “not”.

Estruturação dos Modal Verbs nas perguntas

Como de costume, os modal verbs sofrem uma pequena alteração, nas interrogações. A estrutura passa a ser a seguinte:

Modal verbs + Pronome + Verbo afetado

Should I stay…?, por exemplo

Podem ser acompanhados de auxiliares

Tratando de afirmações e negações, os modal verbs podem ser ajudados por outros auxiliares. É o caso de “be” e “have”, que podem estar presentes. Isso engrandece o sentido.

It may be better — Isso  pode ser melhor

Should I have bought those shoes? — Eu deveria ter comprador aqueles sapatos?

Porém, atenção: isso não ocorrerá em interrogações ou interrogações negativas. Nelas, os modal verbs já encerram a demanda por auxiliares.

Pronto! Contei tudo para você a respeito dos modal verbs. Porém, se alguma dúvida permanece, basta falar com a gente pelos comentários.

Treine e leia bastante. A prática de leitura engrandece o vocabulário e ajuda na fixação dos estudos.

E se for do seu interesse, veja nossa lista de cursos online de inglês que podem ajudar a alavancar seu aprendizado.

Compartilhe esta matéria com seus amigos e volte sempre! Semanalmente traremos apanhados de conteúdos para você melhorar seu Inglês.

A fluência te aguarda!

Até mais, caros alunos!

Gostou do conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Mario Feitosa
Mario Feitosa
Mario Feitosa é músico, compositor popular, poeta e escritor. Atua, também, como professor de idiomas, redator, ghostwriter e revisor freelancer. É certificado, com o C2 Proficiency Level, pelo Instituto EF Education First em seu exame EF SET (Standard English Test).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *